sexta-feira, 31 de maio de 2013

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Uma noite no Museu…

No passado dia 24 de maio o Museu Municipal dr. Santos Rocha acolheu mais uma edição da iniciativa “Uma noite no Museu” integrada nas comemorações do Maio é Museu destinada a alunos do 3º CEB de escolas do concelho da Figueira da Foz.
 Este ano, participaram 20 alunos da Escola Secundária dr. Joaquim de Carvalho e 10 alunos do grupo de música Cordas Mágicas. 
Os alunos foram convidados a descobrir o Museu com diferentes formas de arte. 
Após a chegada houve um jantar partilhado e a primeira atividade da noite foi “À descoberta do Museu …com teatro” Orientados pelas professoras Lígia Bugalho e Margarida Bessone desenvolveram diferentes exercícios de postura corporal, respiração, projeção de voz que depois aplicaram em pequenas dramatizações pelas várias salas de exposição permanente. Um dos momentos altos, no que respeita ao teatro, foi a dramatização da narrativa “A rapariga que era curiosa” retirada da obra Contos Africanos, com seleção e transcrição de Lourenço do Rosário, na sala de exposição temporária “Memória do Olhar” de Clotilde Fava. 
“À descoberta do museu…com dança” foi o momento que se seguiu. Porque em 2013 se celebra o Ano do Brasil em Portugal, os participantes foram brindados com uma curta apresentação da Escola de Samba Unidos do Mato Grosso e a música Samba Enredo que nos conta a origem do tambor e da sua importância em África. Orientados por Marion Pereira, estagiária em Animação Cultural, os alunos aprenderam ainda os passos básicos do Kuduro, uma dança e género musical originária de Angola. 
 Os jogos de sombras levaram os alunos “À descoberta do museu e dos seus objetos”, sendo o único recurso o gesto. 
No final da noite, no jardim interior do museu e à volta da fogueira, o grupo Cordas Mágicas orientado pela professora Ana Bela Cruz efetuou a sua atuação, convidando todos os participantes a cantar melodias de vários cantos do mundo. 
Aos participantes foram ainda oferecidos bilhetes e vouchers gratuitos de visita ao Museu. 
A Divisão de Cultura agradece às diferentes entidades participantes e que tornaram esta ação possível: Escola Secundária com 3º CEB Dr. Joaquim de Carvalho, professoras Fernanda Sobral e Lígia Bugalho; grupo de música Cordas Mágicas e professora Ana Bela Cruz; Escola de Samba Unidos do Mato Grosso e estagiária Marion Pereira. Um agradecimento especial à empresa Cevadas-Carnes do Ervedal e ao hipermercado Jumbo da Figueira da Foz pela cedência de géneros alimentares. 
As ações contaram com a presença da Chefe de Divisão, Margarida Perrolas, e do vereador António Tavares. 
Para repetir, em 2014!

terça-feira, 28 de maio de 2013

Dia Mundial da Criança assinala-se na esplanada e na biblioteca

Esta comemoração nasceu em 1950 após a 2.ª Guerra Mundial como forma de proporcionar ás crianças condições que estas não tinham, bem como defender os seus direitos que, em muitos casos, ainda hoje não são cumpridos. 
Com a criação deste dia foram reconhecidos às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social o direito ao afeto, amor, compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, proteção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de paz e fraternidade universais. 
Assim, este Dia Mundial da Criança comemora-se na Figueira da Foz no dia 1 de junho, sábado, na esplanada Silva Guimarães, e irá proporcionar a todas as crianças momentos de alegria, diversão e muita animação. A partir das 10h e durante todo o dia será possível participar em gincanas de bicicleta com a criação de um mini circuito para o efeito. Haverá também espaço para demonstração de Kayaks e bodybord, provas de orientação, pintura ao vivo, pinturas faciais e modelagem de balões.
Esta iniciativa gratuita conta com o apoio da Santiago Bikes, da Associação Bodybord Foz do Mondego, Figueira Kayak Club, Magenta, Gatões BTT, Ginásio Clube Figueirense, Intep e Junta Freguesia de S. Julião que, em cooperação com a ACIFF, proporcionarão aos mais pequenos um dia diferente ao ar livre e vivido por todas as crianças. 
------------------------------------------------------------------
Por sua vez, e na biblioteca a partir das 15h00, em colaboração com o Tubo d’Ensaio d’Artes, haverá música, pintura, leitura encenada de histórias, poesia e ateliers criativos à disposição de crianças e famílias, para partilhar numa tarde divertida e muito animada.
A partir das 15h00 esperamos por todos na Biblioteca. A entrada é livre. 
Também na biblioteca mas já no dia 4 de junho, 3ª feira, continuam as atividades, agora para a comunidade escolar e com a colaboração de alunas e professores do Curso Técnico de Apoio à Infância do Intep da Figueira da Foz. Pelas 10h30 e 14h30, haverá sessões de contos, ateliers de balões criativos e pintura facial. A participação de grupos está sujeita a marcação prévia junto dos serviços da biblioteca.

Projeto Comenius – Professoras da João de Barros na Lituânia

Durante 5 dias, de 19 a 23 de maio, decorreu em Siauliai, na Lituânia, o 8º e último encontro de docentes dos vários países envolvidos numa parceria multilateral do Projeto Comenius, cujo tema é Traditional Children's Games, no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, financiado pela Agência Nacional PROALV. Neste projeto participaram, para além de Portugal, mais sete países: Itália, Lituânia, Liechtenstein, Grécia, Roménia, Irlanda e Turquia. 
Este foi, mais uma vez, um encontro bem sucedido tanto no que se refere às reuniões de trabalho como às atividades programadas no sentido de dar a conhecer a cidade e a região. 
Os alunos da escola “Siauliai Rékyva Progymnasium”, organizadora deste encontro, deram a conhecer a sua cultura através dos seus costumes, música tradicional e jogos tradicionais, e a experiência incluiu ainda uma visita ao lugar de culto “The Hill of Crosses”, às cidades de Vilnius e Nida, esta última situada na costa do mar Báltico, e ao castelo de Trakai, locais de referência da história e cultura lituanas. 
De referir ainda, que ao longo de todo o projeto, professores e alunos tiveram oportunidade de conviver de perto com culturas tão diversificadas. Não menos importante foi conhecer o modo de funcionamento das escolas e os sistemas educativos de diferentes países da Europa.

A Biblioteca Vai à Escola com Maria João Lopes

A Biblioteca Municipal da Figueira da Foz dá início no próximo dia 29 de maio a mais uma edição, a 11ª, do projeto municipal de promoção da leitura e divulgação de autores A Biblioteca Vai à Escola, acompanhando a escritora Maria João Lopes em visita a duas escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho. 
Maria João Lopes é autora do livro O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo, vencedor do Prémio Branquinho da Fonseca Expresso/Gulbenkian em 2011, na modalidade infantil, e visitará pelas 10h30 a escola de Carvalhais e pelas 14h00 a escola de Santana para realizar encontros com os alunos. 
No próximo dia 5 de junho será a escritora Adélia Carvalho, que visitará dois jardins de infância do nosso concelho no âmbito deste projeto. 
BIBLIOTECA E ESCOLA, SEMPRE JUNTAS!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Núcleo Museológico do Mar assinala 10º aniversário com o Otávio!

Irá decorrer no 
Núcleo Museológico do Mar, 
em 29 de maio 
a partir das 14h30, 
e no âmbito do 
10º aniversário da instituição, 
o lançamento do livro 
Otávio, 
o polvo 
que sonhava ver a cores”.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Feira Tradicional na escola dr. João de Barros esta 6ª feira

Todos os estabelecimentos de ensino do Agrupamento (desde os JI, as EB1 e a Escola Sede) vão participar nesta Feira Tradicional que se realiza pelo 4º ano consecutivo. 
Estarão à venda hortícolas, galinhas, coelhos, doces caseiros, bolos, sobremesas, entre outros (amavelmente cedidos pelos pais e encarregados de educação), artesanato construído no âmbito das aulas de Educação Visual e Educação Tecnológica e produtos Kadija, entre outros produtos que os alunos e professores possam trazer. 
Paralelamente, decorrerá um programa de palco (com dança e música), jogos tradicionais e mostra de pintura por artistas figueirenses.

Figueirense Isabel Parreira apresenta duas obras

Natural da Figueira da Foz e com uma vida pessoal e profissional ligada ao ensino e às artes, Isabel Parreira é também escritora e traz agora os seus livros junto do público figueirense numa colaboração com a Divisão de Cultura do Município da Figueira da Foz. 
No dia 24 de maio estará no museu com alunos do concelho, pelas 10h30 e 14h00, para lhes falar do seu livro “Kahleb e o Pintor”; No dia 25 de maio, sábado, pelas 16h00, tem encontro marcado com o público na biblioteca, onde apresentará a obra, também de sua autoria, “A Madrasta”.

África como tema do Dia Internacional dos Museus e Noite dos Museus

Visita guiada, música, dança e gastronomia
Foi com toda esta animação que se comemorou o Dia Internacional dos Museus e Noite dos Museus, no passado sábado, no Museu Municipal Santos Rocha. 
Inserido nas comemorações do 119º aniversário do museu, o programa “Maio é Museu” foi este ano dedicado a África tendo em conta o vasto espólio etnográfico existente no museu e as exposições patentes neste espaço: “De olhos nos olhos” (Fotografia de Maria João Arcanjo), “Memórias do olhar” (Pintura de Clotilde Fava) e “Olhar África entre dois céus” (Fotografia de Clara Ramalhão). 
 O presidente da câmara João Ataíde começou por dar as boas vindas aos representantes do Consulado Geral da República de Angola no Porto Pedro Miranda Brás, Presidente da Casa de Angola de Coimbra Bento Monteiro, e Presidente da Casa de Angola da Figueira da Foz José Manuel Vergueiro, tendo de seguida salientado a importância da realização de eventos culturais em espaços municipais e a sua consequente abertura aos cidadãos, fomentando assim a participação e a utilização dos referidos espaços, bem como a importância que África tem nas coleções do Museu. 
Por sua vez Bento Monteiro, agradeceu a importância dada pela Divisão de Cultura do Município da Figueira da Foz a África e nomeadamente a Angola, através das diversas atividades desenvolvidas durante este mês de maio. 
A inúmera assistência teve a oportunidade de assistir à atuação do Grupo Cordas Mágicas orientado pela professora Ana Bela Cruz que, entre outras, interpretou músicas de raiz angolana; do Grupo de Amigos do Centro Social Cova-Gala orientado por Joaquim Afonso e Maria Luísa Silva que apresentaram danças e tradições africanas, e do grupo de crianças do Centro Paroquial de Solidariedade Social de Buarcos, sob orientação de Ingrid Miya Cuzner e Carla Simões, que presenteou o público com um momento de dança africana. 
E pelo segundo ano consecutivo realizou-se a atividade “Os cromos do Museu”, visita a peças das coleções permanentes e temporárias comentadas por personalidades de diversas áreas da cultura. Fizeram parte do grupo de convidados Luiz Cartario, Manuela Silva, Isabel Pereira, Nuno Bettencourt, Raquel Vilaça e António Tavares. 
Por iniciativa da Casa de Angola da Figueira da Foz, com coordenação de Filomena Mortágua, foi servido um prato de muamba no tacho que deliciou os presentes. Ao fim da noite foi servido um chá acompanhado por doçaria confecionada com ingredientes africanos.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Gala dos Bombeiros e crachá de ouro para Lídio Lopes

Cerimónia no quartel dos Bombeiros Voluntários 
Crachá de ouro atribuído a Lídio Lopes pela Liga de Bombeiros Portugueses, com salão cheio e onde marcaram presença dezenas de representantes de corporações de todo o país, principalmente do distrito, várias entidades locais e regionais, familiares e muitos amigos, ladeados pelas diversas formações dos bombeiros voluntários. 
Lídio Lopes, visivelmente emocionado, recebeu a distinção ladeado pelo seu pai Aurelindo Lopes e por Gil Barreiros, vice-presidente da Liga. 
Várias intervenções marcaram esta cerimónia, com destaque para a proferida pelo ex-comandante da corporação João Mota que “desafiou” Lídio Lopes há 15 anos atrás a candidatar-se a presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz. Desafio aceite e ganho. O homenageado conseguiu “a mudança que sonhava e queria”, exemplificando com a informatização dos serviços de secretaria, o saneamento financeiro da corporação, a gestão patrimonial, as obras profundas de remodelação, entre outras, conseguindo que a corporação seja hoje uma referência a nível regional e até nacional. 
**************************************************
1ª Gala dos Bombeiros do Distrito de Coimbra no Casino
Enquanto no picadeiro, à volta do Casino, se podiam apreciar a exposição de vistosas viaturas de décadas passadas, lá dentro, organizada pela Federação dos Bombeiros do distrito de Coimbra, realizou-se no passado sábado a 1ª Gala dos Bombeiros do Distrito de Coimbra, onde se homenageou toda a gente anónima que vem apoiando este movimento de solidariedade e altruísmo. 
Para além destas, cada corporação escolheu uma pessoa ou instituição que se distinguiu pelos apoios e serviços disponibilizados aos bombeiros, rondando uma vintena de homenageados. 
Assim, enquanto os Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz homenagearam o Casino da Figueira, na pessoa de Domingos Silva, os Bombeiros Municipais locais prestaram homenagem a um jovem bombeiro, Duarte Samuel, que em 2005 ingressou na corporação, em 2010 viu ser-lhe diagnosticado leucemia e, após ter conseguido vencer este seu maior combate da vida, já regressou, naquele que “…foi um momento muito emocionante para todos nós”, referiu o comandante Nuno Osório. (Respigado DC)

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Escoteiros de Buarcos: Aniversário e Compromissos de Honra

No passado dia 11 de Maio o Grupo 207 dos Escoteiros de Portugal sediado em Buarcos, realizou a sua cerimónia de Compromissos de Honra para novos escoteiros, inseridos nas comemorações do seu 12º aniversário, realizada no salão do Grupo Instrução e Sport, fundadora do grupo, e que contou com os pais, amigos e algumas individualidades. 
Antecedido da cerimónia, ouve um jantar partilhado com os pais e a atuação do Grupo de Cantares Praia Mar. Prestaram “juramento” mais 10 elementos, pelo que o Grupo 207 conta já com cerca de 50 jovens. 
Após os Compromissos foi feita a praxe dos lenços, e houve lugar para os doces e para o tradicional bolo de aniversário. No próximo sábado dia 18 haverá um “peddy –papper” ( jogo de cidade) ainda integrado nas comemorações do aniversário, terminando desta forma as festividades. 
O Grupo 207 recorda a possíveis interessados, entre os 7 e os 21 anos, que podem integrar as suas fileiras, bastando deslocar-se à sua sede em Buarcos, junto as rampas, a um sábado á tarde.

O Museu foi à escola

Ontem, 5ª feira, no âmbito da ação de serviço educativo de continuidade " O Museu Vai à Escola", colaboradores do museu Municipal deslocaram-se à Escola EB 2/3 Dr. João de Barros. 
A atividade, orientada pelo funcionário José Santos Silva, procurou explicar, a cerca de 40 alunos do 8º ano, com recurso a powerpoint e a exemplares da coleção de Armaria do Museu, a evolução da arma, desde a pré-história aos nossos dias, com referências às descobertas e invenções mais marcantes ao longo desse período, nomeadamente as primeiras pontas de seta, a invenção da pólvora, os diferentes tipos de fecho (mecha, roda e pederneira) e a invenção do revólver até ao drone. 
Os alunos tiveram ainda o privilégio de poder manusear algumas das peças e perceber o seu funcionamento.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Livro “Grandes Naufrágios Portugueses”, e 5ªs de Leitura com Diogo Freitas do Amaral


Apresentação: Obra “Grandes Naufrágios Portugueses / 1194-1991” do Cmt António Rodrigues Pereira no Núcleo Museológico do Mar, e 5ªs de leitura com Freitas do Amaral na Biblioteca.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Museu Santos Rocha com atividades sénior e infantil

“Ah! Já me lembro!” 
Na passada semana o museu municipal recebeu um grupo de cerca de 30 utentes do Lar Nossa Senhora da Encarnação o qual participou na atividade “Ah! Já me lembro!” dinamizada pela estagiária Marion Garcia Pereira, da licenciatura em Animação Cultural do Instituto Politécnico de Leiria (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais). 
Os utentes foram convidados a relembrar história à volta de objetos em reserva no Museu, como candeias, máquinas de costura, ferros de engomar, relógios de sala, aventais, cartazes promocionais do São João, foquins, entre outros que suscitaram mais ou menos entusiasmo. A palmatória, ou “menina dos 5 olhos”, pertencente ao professor Goltz de Carvalho remeteu-os para os tempos em que eram alunos no ensino primário e a farda do Rancho do Vapor, levou-os a cantarolar o Hino Oficial do Município da Figueira da Foz, com letra de Pereira Correia e música de Dias Soares. 
Para além destas atividades desvendaram-se provérbios com recurso a sequências de imagens e um jogo da memória referente à sala de Arte Religiosa.
 ………………………………………………………… 
"Com sorte ou azar a escada terás de passar!" 
No dia 10 de maio, 6ª feira, o museu municipal Santos Rocha recebeu uma turma do 1º ano do 1º Jardim-Escola João de Deus para uma visita + jogo "Com sorte ou azar a escada terás de passar!".
 Esta atividade consistiu numa visita orientada às exposições permanentes com especial enfoque em algumas peças de relevo. Após a visita os alunos foram divididos em grupos e, de acordo com o número que lhes saiu em sorte ao lançarem o dado, iniciaram o jogo. Ao acertarem nas respostas às questões que lhes foram colocadas a respeito do que viram na visita inicial, avançavam duas casas, se errassem recuavam igualmente duas casas. 
No final ganhou a equipa que conseguiu fazer com que todos os seus elementos passassem e escada.

Núcleo Museológico do Sal assinalou ‘Maio é Museu’ com teatro

45 alunos do jardim-escola João de Deus, dos 3, 4 e 5 anos, visitaram no passado dia 3 de maio o Núcleo Museológico do Sal onde lhes foi representado a peça de teatro " O Sal e á Água". 
A peça, idealizada, e concebida pela equipa do Serviço Educativo do Museu Santos Rocha, e baseado em recolha de  Teófilo Braga do conto "O Sal e a Água", dá a conhecer, num espaço repleto de sal e água, a história de um rei que tinha 3 filhas e lhes perguntou qual seria a mais sua amiga. Tendo a mais nova respondido: “-Quero tanto a meu pai como a comida quer o sal", o rei entendeu que a filha não o amava tanto como as outras e expulsou-a do palácio.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Dia da Espiga na Quinta Pedagógica

O Serviço Educativo da Biblioteca assinalou hoje o Dia da Espiga na Horta Pedagógica Municipal, em colaboração com a comunidade escolar. 
Alunos do Jardim de Infância de Maiorca fizeram uma visita guiada ao espaço, ouviram uma história e aprenderam um pouco mais sobre ervas aromáticas e espécies vegetais. 
----------------------------------------------------------------------

QR CODE – Novidade na agenda de animação cultural de maio

A Divisão de Cultura informa que a Agenda de Animação Cultural de maio, da Biblioteca Municipal Pedro Fernandes Tomás, apresenta uma novidade - um QR Code, o qual irá permitir o acesso à Agenda Cultural do município, disponível no site da autarquia. 
Para os que não estão familiarizados com a terminologia é simples, um QR Code é um código de barras bidimensional que permite interligar objetos do mundo real com informação e serviços disponibilizados na internet (na World Wide Web).
Um QR Code pode ser lido por um grande número de modelos de telemóveis equipados com câmara fotográfica, desde que possuam um pequeno programa de leitura de QR Codes. O programa permite que os utilizadores possam tirar uma fotografia ao QR Code, ou mesmo apontar a câmara para ele, e obter desta forma um endereço web de acesso a informação e serviços indexados pelo código. 
Os programas para usar os QR Code já vêm instalados em alguns dos atuais telemóveis, no entanto existem algumas aplicações que se encontram disponíveis gratuitamente e podem ser instaladas para o efeito: o leitor Kaywa, i-nigma ou mesmo o iMatrix caso tenha um iphone.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Museu com muitas e diversas atividades no âmbito do seu 119º aniversário

Em dia de aniversário o Museu Municipal promoveu um conjunto atividades especialmente dirigidas ao público escolar " O meu rosto num balão" e "Tintas com sabores"
Na passada segunda-feira, 6 de maio, dia em que o Museu Municipal Santos Rocha celebrou o seu 119º aniversário, o Serviço Educativo promoveu duas atividades lúdico pedagógicas, dirigidas a crianças:

De manhã, a atividade "O meu rosto num balão", visou explorar as exposições temporárias "De Olhos nos Olhos", fotografia de Maria João Arcanjo e “Memórias do Olhar”, pintura de Clotilde Fava, com 17 alunos do 1º ao 4º ano da Casa da Criança de S. Julião.

As crianças visitaram ambas as mostras, as quais traduzem, através da fotografia e da tela, histórias do eterno quotidiano de África, em particular rostos de mulheres, homens e crianças. Posteriormente, meninos e meninas criaram o seu auto-retrato tendo por base de "trabalho" os balões.

À tarde foi a vez de 14 alunos da Colcheia - Conservatório David de Sousa, aprenderem a criar tintas com sabores e odores vindos de África e do Oriente.

Dinamizada pelo artista plástico João Ricardo Pinho da Cruz esta atividade teve como propósito dar a conhecer cores, sabores e odores de África e do Oriente.

Em primeiro lugar realizou-se uma breve visita exploratória às exposições permanentes de mobiliário Indo-Português e etnografia Africana, no sentido de as crianças, através das peças em exposição, ficarem a conhecer as cores mais características dos "cenários" africano e oriental.

De seguida, já na sala de Serviço Educativo, as crianças aprenderam a criar tintas naturais à base de gema de ovo, água, especiarias, café, etc.. com as quais criaram as suas obras de arte, repletas de odor, texturas e sabores.

………………………………................................................………

Por sua vez, e na passada 3ª feira, Alunos e professores da escola Dr. Bernardino Machado deslocaram-se ao Museu para participar num encontro com a escritora Maria Luisete Baptista que apresentou o seu novo livro juvenil, Na Cidade dos Imbondeiros.

Integrada nas comemorações do aniversário do Museu, esta ação deu continuidade a um conjunto de iniciativas que decorrerão durante o mês de maio neste espaço cultural e que, neste dia, trouxe à Figueira da Foz todo o calor e beleza da paisagem africana, sempre presente nas obras da autora. 
.................................................................................................................
Ainda no dia 6 realizou-se, no âmbito do 119º aniversário,  realizou-se "A visita + curta ao museu" recebendo pelas 16h30 os funcionários da autarquia, representantes dos órgãos de comunicação social e alguns convidados com especial ligação ao espaço museológico, como o arquiteto Isaías Cardoso que projetou o atual edifício.
Esta visita concretizou-se através da visualização de um spot de promoção ao museu, propositadamente concebido, por Gabriela Fonseca, para a Bolsa de Turismo de Lisboa 2013, e que, em apenas quatro minutos, permite um “passeio” singular” pelas salas de exposição da instituição.
Foram muitos os funcionários da autarquia que se deslocaram ao local, a convite do presidente da câmara João Ataíde, que também esteve presente e realçou o importante trabalho que a Divisão de Cultura tem vindo a desenvolver no sentido de aproximar os cidadãos aos equipamentos culturais municipais, em particular ao Museu Municipal Santos Rocha.
Após a “visita + curta” foi possível, aos que manifestaram interesse, a realização de uma visita guiada aos diversos espaços, a qual foi seguida de uma pequena cerimónia, ciceroniana pelo vice-presidente Carlos Monteiro que contou com o apoio da pastelaria Tradição.
A finalizar, brindou-se ao sucesso e longevidade dum espaço museológico repleto de história, que se quer cada vez mais próximo dos cidadãos.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Banda Desenhada no Museu

O Maravilhoso Mestrado de BD – Oficina, do Serviço Educativo do Museu Santos Rocha 
 Sábado, 11 de maio, 15h00. Inscrições (6 euros) até 9 de maio.

Maio é Museu - "Um dia com os media”

No âmbito das comemorações do 119º Aniversário do Museu Municipal Santos Rocha e da iniciativa de carácter nacional “Sete dias com os media – 3 a 9 de maio”, realizou-se uma conversa informal sobre o papel da televisão na cidadania, com o jornalista da TVI Víctor Pinto e o repórter de imagem e realizador figueirense Jorge Pelicano, moderada pelo Vereador da cultura António Tavares. Durante duas horas foi possível a uma assistência bastante participativa colocar questões que permitiram aos convidados, através das suas experiências e também pela partilha das suas opiniões e convicções, explicarem o modo como se faz televisão em Portugal. 
Foram abordados temas da actualidade, nomeadamente a função formativa e de informação da televisão, a “moda” dos comentadores, o monopólio dos meios de comunicação e a adaptação da televisão às novas tecnologias da informação, entre outros. 
“O país real é bem melhor do que o que aparece na televisão. Portugal não é só a crise, tem coisas muito boas, e cada vez mais”, afirmou Jorge Pelicano para explicar que normalmente as noticias que ficam na memória são as consideradas más. 
Já Vítor Pinto defende que “as televisões são pressionadas a estar em cima do acontecimento, com prejuízo, muitas vezes, para a qualidade do produto informativo oferecido ao telespectador”. O figueirense Jorge Pelicano, cineasta premiado - que está actualmente envolvido em quatro documentários, dois dos quais dedicados a José Afonso e a Álvaro Cunhal – concluiu: “-Trabalhar na área da comunicação social é apaixonante. É possível conhecer pessoas, estar em locais e testemunhar acontecimentos que, de outra forma, seria impossível”.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

GNR: Centro de Formação da Figueira da Foz visitada por alunos em dia de 102º aniversário

No âmbito da programação do "Maio é Museu", vinte e seis alunos do 3º ano da escola Rui Martins foram recebidos no Centro de Formação da GNR da Figueira da Foz pela alferes Rocha e pelo 2º sargento Mendes os quais, ao longo de cerca de uma hora, deram a conhecer às crianças, através de um pequeno mas animado vídeo (onde um dragão, um dos elementos do brasão de armas da GNR, que simboliza a defesa da lei e da grei) deu a conhecer a história da Guarda Nacional Republicana e as atividades que desenvolve. 
Seguiu-se uma visita ao refeitório, salas de aula, áreas de descanso e também a sala de luta. Numa visita bastante animada, os alunos, para além de ficarem a conhecer melhor um espaço habitualmente reservado ao militares, puderam também, no âmbito das celebração "Um dia com os media", ser jornalistas por um dia.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Mães da Figueira homenageadas com flores

O Dia da Mãe ocorre, de alguns anos a esta parte, no primeiro domingo de maio, e este ano calha a dia 5. Na véspera, sábado dia 4, em homenagem a todas as mães, a cidade da Figueira da Foz vai encher-se de flores! 
Durante a manhã a zona baixa (rua da República, praças e ruas envolventes) e à tarde o bairro novo, irão florir e encher-se de cor com “Flores para as melhores mães do mundo”. 
Esta é uma iniciativa apoiada pela Somaro, Primóptica, Primage, Loja Passerelle, Quaresma Sapatarias, Santiago Bikes, Rótulos & Expressões e Fozmania e promovida pela ACIFF.   ------  Slogan: “Comércio da Figueira: Um sorriso à sua espera”

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Noite "Mães da Figueira"

Maio é Museu - Museus surpreendem visitantes!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Um guia com 160 anos!

O Museu Municipal assinalou os 160 anos do nascimento do seu patrono com "Um Guia do outro mundo"
Nos passados dia 29 e 30 de abril o museu celebrou os 160 anos do nascimento do seu patrono, António dos Santos Rocha (30 de abril de 1853) com uma visita especial às suas salas realizada por um guia de 160 anos de idade que, de vez em quando, sem saber muito bem como, aparece no museu vindo lá do outro mundo para dar a conhecer às crianças histórias curiosas de peças das exposições permanentes através de pequenas versos/ adivinhas.
Na atividade participaram cerca 75 alunos do 1º ano da escola das Abadias. No final da visita as crianças rumaram à sala de serviço educativo para confecionarem "rochas", pequenas bolachas à base de cereais.
Apoio: Hugo Eires, Unipessoal Lda (empresa de cafetaria, restauração, "catering" e gestão e organização de eventos) que gentilmente cedeu o forno para a confeção das bolachas.
 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Museu com "Cobra"!


No dia 30 de abril, pela manhã, o Núcleo Museológico do Sal recebeu, para uma visita conjunta ao Núcleo, Armazém do Sal e Salina do Corredor da Cobra, um grupo de crianças do 1º Jardim- Escola João de Deus.
A visita teve como objectivo abordar a temática da biodiversidade, da preservação da fauna e da flora existentes no território do salgado, junto ao Núcleo Museológico.