terça-feira, 19 de setembro de 2017

Candidato autárquico à CMFF Miguel Mattos Chaves lamenta anulação de debate ‘devido a pressões exercidas’ = Associação Juvenil da Figueira da Foz justifica!

Em relação a um mail recebido de Miguel Mattos Chaves, um dos candidatos à Câmara Municipal da Figueira da Foz nas próximas autárquicas, no qual diz “lamentar as pressões exercidas sobre a Associação Juvenil da Figueira da Foz e que de alguma forma e efeito levaram esta a cancelar a realização de um debate previsto”, solicitámos à referida Associação um esclarecimento, que hoje nos foi enviado e o qual reproduzimos de seguida, assinado por Luis Claro Marques: 
“-Car@s figueirenses, A Associação Juvenil da Figueira da Foz vem por este meio lamentar e desmentir as pressões denunciadas pelo candidato do CDS/PPM Miguel Mattos Chaves ao ter dito por "portas e travessas" que o candidato do PS ter recusado e não ter visto com bons olhos um segundo debate. 
O referido debate que a Associação estaria a organizar para o dia 22 de Setembro pelas 21h foi cancelado única e exclusivamente pela razão de logística do espaço e divulgação do evento. Responsabilidades essas que são minhas. Para um evento desta grandeza necessitaria , ter que haver tempo para essa divulgação que não houve. Para nossa primeira atividade mereceria melhor divulgação da mesma. Nada tem a haver com pressões. Isso é mentira. 
A AJFF lamenta que candidatos à Câmara municipal queriam fazer campanha e ter notícias á custa de uma associação juvenil sem ligações político partidárias e não se melhorem os seus argumentos e/ou atividades para melhor esclarecimento dos figueirenses. 
No entanto desejamos uma excelente campanha eleitoral tanto para o referido candidato como para todos os outros. Obrigado a todos! 
Luís Claro Marques" 
……………………………………………..
“-De facto lamento a publicação do Doutor Mattos Chaves assim como as reações ao mesmo. A democracia é uma arma importante na sociedade e que tanto é importante respeitar a decisão de um lado como de outro. A associação está registada e temos autonomia de tudo e de todos. Não temos qualquer tipo de ligação político partidária. Falou se em medos ou pressões. Em relação a esse ponto a única pressão ou medo é de não dignificar o bom nome da associação e a cidade que representa. Sim porque nós somos figueirenses interessados. 
Esta decisão que a meu ver é perfeitamente normal mas que se tornou um furacão. Isso demonstra a falta de ideias ou até orientação autárquica da lista do Doutor Mattos Chaves fazendo deste assunto o seu cavalo de batalha. Qualquer um de nós , sem ser Associação Juvenil, pode fazer esta iniciativa. Por isso se as pessoas que criticam esta decisão tiverem a oportunidade de fazer um debate nas Autárquicas, eu serei o primeiro a apoiar e a estar presente. Deixo o desafio! 
É assim que se afastam os jovens da figueira que tenham estes interesses de fazer algo pela população e pela cidade. Mas deixo a garantia que estamos para ficar e estas reações adversas fazem parte do nosso caminho. É com isto que vejo que estamos no caminho certo. 
De resto deixo o meu lamento pela reação pouco democrática do candidato mas eu vou respeita- la. Obrigado! 
Cumprimentos, Luís Claro Marques”

1 comentário:

Miguel Mattos Chaves -PhD disse...

Boa noite
Infelizmente não posso retirar nenhuma palavra ao meu comunicado, nem vou embarcar em polémicas destas.
Gostava, no entanto, de deixar uma pregunta:
(1) No dia qui 31-08-2017 03:12, recebi por e-mail um Convite da Associação para participar num Debate no dia 22.
(2) Se mo enviaram era porque tinham a certeza que o mesmo se realizaria;
(3) Dias depois pediram-me uma entrevista à qual acedi e que foi publicada e depois por mim divulgada na Internet em vários sítios;
(4) Nessa conversa foi reafirmada a realização do Debate e que faltaria apenas a confirmação do actual Presidente da Câmara.
Estes são os factos.
O resto já nem merece a pergunta que tinha em mente.
Tire o Leitor as suas próprias Conclusões.
Melhores cumprimentos
Miguel Mattos Chaves
Candidato a Presidente da Câmara pela Coligação FAZER DIFERENTE